NOSSO BLOG

Varizes: Causas, Sintomas e Tratamentos

Recuperação
Guia de Conteúdo

As varizes são veias dilatadas e tortuosas que podem se desenvolver nas pernas e pés. Essa condição é causada por uma série de fatores, incluindo predisposição genética, idade avançada, gravidez, obesidade e estilo de vida sedentário. Quando as veias não funcionam corretamente, o sangue pode se acumular e causar o alargamento e a torção das veias, resultando nas varizes.

Os sintomas das varizes podem variar de leves a graves. Alguns dos sintomas mais comuns incluem dor, inchaço, sensação de peso nas pernas, coceira e veias dilatadas e tortuosas. Em casos mais avançados, as varizes podem levar a complicações mais sérias, como úlceras na pele, sangramento e trombose venosa profunda.

Causas das Varizes

As varizes são veias dilatadas e tortuosas que podem se formar nas pernas e pés. Essa condição médica comum pode ser causada por uma variedade de fatores. Entre as principais causas das varizes estão:

  • Fatores genéticos: pessoas com histórico familiar de varizes têm maior predisposição para desenvolver a condição.
  • Idade avançada: à medida que envelhecemos, nossas veias podem perder a elasticidade e enfraquecer, tornando-se mais propensas a dilatações.
  • Gravidez: durante a gestação, o aumento do volume sanguíneo e a pressão exercida pelo útero podem afetar o fluxo sanguíneo nas pernas, levando ao surgimento de varizes.
  • Obesidade: o excesso de peso pode exercer uma pressão adicional nas veias, dificultando o retorno do sangue ao coração e contribuindo para o desenvolvimento de varizes.
  • Estilo de vida sedentário: a falta de atividade física regular pode comprometer a circulação sanguínea, favorecendo o surgimento de varizes.

É importante ressaltar que esses fatores podem aumentar o risco de desenvolver varizes, mas não são garantia de que a condição irá se manifestar. Cada pessoa é única e pode apresentar diferentes graus de predisposição e suscetibilidade às varizes.

Sintomas das Varizes

As varizes são uma condição médica comum que afeta as veias das pernas e pés. Os sintomas das varizes podem variar de pessoa para pessoa, mas alguns sintomas comuns incluem:

  • Dor: Muitas pessoas com varizes experimentam dor nas pernas, que pode ser leve a intensa. A dor pode ser descrita como uma sensação de queimação, latejante ou pesada.
  • Inchaço: O inchaço nas pernas é outro sintoma comum das varizes. Isso ocorre porque as veias afetadas têm dificuldade em transportar o sangue de volta ao coração, resultando em acúmulo de fluido nas pernas.
  • Sensação de peso nas pernas: Muitas pessoas com varizes relatam uma sensação de peso ou cansaço nas pernas. Isso ocorre devido ao acúmulo de sangue nas veias afetadas.
  • Coceira: A coceira nas pernas também pode ser um sintoma das varizes. Isso ocorre devido à acumulação de sangue nas veias, o que pode levar à irritação da pele.
  • Veias dilatadas e tortuosas: Um dos sinais mais visíveis das varizes são as veias dilatadas e tortuosas. Essas veias podem ser facilmente observadas sob a pele e podem ter uma aparência azulada ou roxa.

É importante notar que nem todas as pessoas com varizes apresentam sintomas. Algumas pessoas podem ter varizes sem sentir dor ou desconforto significativo. No entanto, se você está experimentando algum dos sintomas mencionados acima, é recomendável procurar um médico para um diagnóstico adequado e discussão das opções de tratamento.

Sintomas Avançados

Em casos mais avançados, as varizes podem causar complicações graves, incluindo úlceras na pele, sangramento e trombose venosa profunda. Esses sintomas avançados podem afetar significativamente a qualidade de vida do paciente e requerem atenção médica imediata.

As úlceras na pele são feridas abertas que podem se formar nas pernas ou tornozelos devido à má circulação sanguínea causada pelas varizes. Essas úlceras podem ser dolorosas e demorar a cicatrizar, tornando-se um problema crônico se não forem tratadas adequadamente.

O sangramento é outro sintoma avançado das varizes. Isso ocorre quando as veias dilatadas se rompem devido à pressão excessiva, resultando em sangramento. O sangramento das varizes pode ser assustador e requer atenção médica urgente para controlar a hemorragia e tratar a causa subjacente.

A trombose venosa profunda é uma complicação grave das varizes. Nesse caso, ocorre a formação de coágulos sanguíneos nas veias profundas das pernas. Esses coágulos podem ser perigosos, pois podem se deslocar para outras partes do corpo, como os pulmões, causando uma condição conhecida como embolia pulmonar. A trombose venosa profunda requer tratamento imediato para prevenir complicações graves.

Úlceras na Pele

As úlceras na pele são feridas abertas que podem se formar nas pernas ou tornozelos devido à má circulação sanguínea causada pelas varizes. Quando as veias das pernas e pés não funcionam corretamente, o fluxo sanguíneo é prejudicado, resultando em acúmulo de sangue nas veias e aumento da pressão.

Essa pressão excessiva pode danificar a pele, causando a formação de úlceras. Essas feridas podem ser dolorosas e demoram a cicatrizar, afetando a qualidade de vida do indivíduo.

As úlceras na pele são um dos sintomas mais graves das varizes e requerem atenção médica adequada. O tratamento envolve o controle da circulação sanguínea e a melhoria da saúde das veias afetadas.

Além do tratamento médico, é importante adotar medidas de autocuidado, como manter as pernas elevadas, usar meias de compressão e evitar ficar em uma posição por longos períodos de tempo. Essas medidas podem ajudar a aliviar os sintomas e promover a cicatrização das úlceras na pele.

Em casos mais graves, pode ser necessário realizar procedimentos médicos, como a remoção cirúrgica das veias afetadas. É fundamental consultar um médico especialista para avaliar o melhor tratamento para cada caso específico.

Sangramento

Quando as veias das pernas e pés estão dilatadas devido às varizes, elas se tornam mais frágeis e propensas a rompimentos. Essas veias dilatadas podem se romper devido à pressão excessiva exercida sobre elas, resultando em sangramento.

Esse sangramento pode ser assustador e preocupante, mas é importante manter a calma. Em casos de sangramento causado por varizes, é essencial buscar atendimento médico imediato para avaliar a gravidade da situação e tomar as medidas necessárias para controlar o sangramento.

Para evitar complicações, é recomendado elevar a perna afetada para ajudar a reduzir o fluxo sanguíneo e aplicar pressão no local do sangramento com um pano limpo ou gaze estéril. No entanto, é fundamental ressaltar que essas medidas são temporárias e não substituem a avaliação e tratamento médico adequados.

Além disso, é importante lembrar que o sangramento causado por varizes pode ser um sinal de que a condição está em estágio avançado e requer tratamento adequado. Portanto, é essencial consultar um médico especialista em circulação para avaliar a extensão do problema e determinar o melhor curso de ação.

Em resumo, as varizes podem causar sangramento quando as veias dilatadas se rompem devido à pressão excessiva. É fundamental buscar atendimento médico imediato em caso de sangramento e seguir as orientações do profissional de saúde para controlar a situação de forma adequada.

Trombose Venosa Profunda

A trombose venosa profunda é mais comum em pessoas com varizes avançadas ou que já tiveram episódios anteriores de trombose. Além disso, fatores como imobilidade prolongada, cirurgias recentes, câncer e uso de contraceptivos hormonais também aumentam o risco de desenvolver trombose venosa profunda.

Os sintomas da trombose venosa profunda podem incluir dor intensa e inchaço na perna afetada, vermelhidão e sensação de calor. Em alguns casos, pode ocorrer dificuldade para caminhar ou movimentar a perna.

É importante buscar atendimento médico imediato caso haja suspeita de trombose venosa profunda, pois a condição pode levar a complicações graves, como embolia pulmonar. O diagnóstico é feito por meio de exames de imagem, como ultrassonografia doppler.

O tratamento da trombose venosa profunda geralmente envolve o uso de medicamentos anticoagulantes para prevenir a formação de novos coágulos e reduzir o risco de complicações. Em alguns casos, pode ser necessária a realização de procedimentos para remover os coágulos ou restaurar o fluxo sanguíneo.

Tratamentos para Varizes

Os tratamentos para varizes são variados e podem incluir mudanças no estilo de vida, uso de meias de compressão, procedimentos minimamente invasivos e cirurgia. Cada opção de tratamento tem o objetivo de aliviar os sintomas e melhorar a circulação sanguínea nas veias das pernas e pés.

Uma das primeiras abordagens no tratamento das varizes é adotar mudanças no estilo de vida. Isso inclui a prática regular de exercícios físicos, como caminhadas e natação, que ajudam a fortalecer os músculos das pernas e melhorar a circulação. Manter um peso saudável também é importante, pois o excesso de peso pode aumentar a pressão nas veias.

O uso de meias de compressão é outra opção de tratamento para varizes. Essas meias são projetadas para aplicar pressão nas pernas e ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo. Elas podem ser usadas diariamente e são especialmente úteis para pessoas que passam longos períodos em pé ou sentadas.

 buscar orientação médica para obter o tratamento mais adequado
Em casos mais graves, a cirurgia pode ser necessária para remover as veias afetadas. (Foto: Envato Elements)

Para casos mais avançados de varizes, procedimentos minimamente invasivos podem ser recomendados. A escleroterapia é um desses procedimentos, no qual uma solução é injetada nas veias afetadas para fechá-las e redirecionar o fluxo sanguíneo para veias saudáveis. Outra opção é a ablação por radiofrequência, na qual uma sonda é usada para aquecer e fechar as veias afetadas.

Em casos mais graves, a cirurgia pode ser necessária para remover as veias afetadas. A cirurgia de remoção de varizes é chamada de flebectomia e é realizada sob anestesia local ou geral. Durante o procedimento, as veias afetadas são removidas por pequenas incisões na pele.

É importante ressaltar que o tratamento adequado para varizes deve ser indicado por um médico especialista, como um cirurgião vascular. Cada caso é único e requer uma abordagem personalizada. Portanto, é fundamental buscar orientação médica para obter o tratamento mais adequado para suas varizes.

Mudanças no Estilo de Vida

Adotar um estilo de vida saudável é fundamental para prevenir e tratar as varizes. Existem algumas mudanças simples que você pode fazer no seu dia a dia para melhorar a circulação sanguínea e aliviar os sintomas das varizes.

Uma das principais recomendações é praticar exercícios físicos regularmente. A atividade física estimula o fluxo sanguíneo nas pernas, ajudando a prevenir o acúmulo de sangue nas veias. Caminhar, correr, nadar e pedalar são ótimas opções de exercícios que podem ser incorporados à sua rotina.

Além disso, manter um peso saudável também é essencial. O excesso de peso coloca uma pressão adicional nas veias das pernas, aumentando o risco de desenvolver varizes. Portanto, é importante adotar uma alimentação equilibrada e evitar o ganho de peso excessivo.

Outra dica importante é evitar passar longos períodos em pé ou sentado. Se você trabalha em uma posição que exige ficar muito tempo parado, tente fazer pequenas pausas para movimentar as pernas e evitar o acúmulo de sangue nas veias.

Além disso, é recomendado evitar o uso de roupas apertadas e saltos altos, pois eles podem dificultar a circulação sanguínea. Opte por roupas confortáveis e sapatos baixos que não comprimam as veias.

Por fim, é importante destacar que essas mudanças no estilo de vida não apenas ajudam a prevenir as varizes, mas também podem contribuir para o tratamento da condição. Portanto, adote hábitos saudáveis e cuide da sua saúde vascular.

Procedimentos Minimamente Invasivos

A escleroterapia e a ablação por radiofrequência são dois procedimentos minimamente invasivos que podem ser utilizados para tratar as varizes e melhorar os sintomas. Essas opções de tratamento são menos invasivas do que a cirurgia tradicional e podem ser realizadas em consultório médico.

A escleroterapia envolve a injeção de uma solução química diretamente nas varizes. Essa solução causa irritação nas paredes das veias, fazendo com que elas se fechem e sejam gradualmente reabsorvidas pelo corpo. Esse procedimento é eficaz para tratar varizes de pequeno e médio porte.

Já a ablação por radiofrequência utiliza energia de radiofrequência para aquecer e destruir as varizes. Um cateter é inserido na veia afetada e a energia é aplicada, causando o fechamento da veia. Esse procedimento é mais indicado para varizes de maior tamanho.

Esses procedimentos minimamente invasivos têm a vantagem de não requererem anestesia geral e apresentarem menor tempo de recuperação em comparação com a cirurgia tradicional. Além disso, eles oferecem resultados estéticos satisfatórios e aliviam os sintomas das varizes, como dor e inchaço.

Cirurgia

Em casos mais graves, a cirurgia pode ser necessária para remover as veias afetadas e aliviar os sintomas das varizes. A cirurgia para varizes é conhecida como flebectomia ou safenectomia. Durante o procedimento, o cirurgião faz pequenas incisões na pele e remove as veias afetadas.

Existem diferentes técnicas cirúrgicas disponíveis para tratar as varizes, e o tipo de cirurgia recomendado dependerá da gravidade do caso. Uma opção comum é a flebectomia ambulatorial, na qual as veias varicosas são removidas através de pequenas incisões. Essa técnica é minimamente invasiva e geralmente não requer internação hospitalar.

Outra opção é a safenectomia, na qual a veia safena, responsável pela maioria das varizes, é removida. Esse procedimento é mais invasivo e pode exigir internação hospitalar. No entanto, a safenectomia é altamente eficaz no tratamento das varizes e pode proporcionar alívio duradouro dos sintomas.

É importante ressaltar que a cirurgia para varizes é geralmente considerada como último recurso, quando outros tratamentos não foram eficazes. Antes de recomendar a cirurgia, o médico irá avaliar cuidadosamente o caso do paciente e explorar opções menos invasivas, como mudanças no estilo de vida e uso de meias de compressão.

Após a cirurgia, é essencial seguir as instruções do médico para garantir uma recuperação adequada. Isso pode incluir o uso de curativos compressivos, repouso e elevação das pernas, além de evitar atividades físicas intensas por um período determinado.

Em suma, a cirurgia é uma opção eficaz para tratar as varizes em casos mais graves. No entanto, é importante discutir todas as opções de tratamento com um médico especialista antes de tomar uma decisão.

Conclusão

Varizes são uma condição médica comum que afeta muitas pessoas, apresentando não apenas um desafio estético, mas também sintomas incômodos e potenciais complicações. Originadas por diversos fatores, desde predisposição genética até estilo de vida, as varizes exigem atenção e, em muitos casos, intervenção médica.

 

Enquanto mudanças no estilo de vida e medidas preventivas, como o uso de meias de compressão, são essenciais no tratamento inicial, procedimentos minimamente invasivos oferecem uma solução eficaz para muitos. Para casos mais graves, a cirurgia se apresenta como uma opção promissora, ainda que seja vista como último recurso.

 

O mais importante é que aqueles que sofrem de varizes busquem aconselhamento e tratamento adequados, priorizando a saúde e o bem-estar das pernas. A avaliação e orientação de um médico especialista são cruciais para garantir a abordagem mais eficaz e segura para cada indivíduo.

Avalie post
Dr. Eduardo Horta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Diabetes na Circulação Sanguínea

O Impacto da Diabetes na Circulação Sanguínea

A diabetes pode ter um impacto significativo na circulação sanguínea, afetando a saúde cardiovascular de maneira negativa. Quando uma pessoa tem diabetes, o excesso de açúcar no sangue pode danificar os vasos sanguíneos, tornando-os mais

Nossos Serviços